Conhecendo a Fonoaudiologia, melhorando vidas.

check

Seja bem vindo! Responda a um breve questionário, que tanto pode envolver você e/ou filho, sobre sua rotina, com consequências na Fonoaudiologia. *Campos obrigatórios *Nome: *E-mail:

Leia Mais
fonoaudiologia

Clique na foto acima para assistir o vídeo Ouvir, falar, comer, se fazer compreender, procurar manter-se independente, são “desafios” que nos propomos dia a dia. Por vezes, podemos ser surpreendidos pela dificuldade ou impossibilidade de desenvolvermos bem, tais ações. A Fonoaudiologia vem com a “bagagem teórico-prática” para melhorar a vida, de quem busca por este profissional.

Leia Mais
chupeta

Seu filho(a), quando nasce, desconhece ainda objetos, dentre eles a chupeta. Após ofertá-la, o hábito em usá-la, poderá se manter e assim, as possíveis chances de que no futuro, tenha problemas como: usar também a boca para respirar (por habituação), escape da língua entre os dentes (seja ao falar e/ou ao deglutir), alteração na arcada dentária, além do “apego” à ela. Com o intuito de acalmar seu filho(a) e controlar o choro »

Leia Mais
ronco

Diga-se de passagem: Vilão, para seu companheiro (a), porque o roncador está dormindo, enquanto VOCÊ: está INCOMODADO(a). RONCO= RUÍDO INCÔMODO Prevalência maior no sexo masculino, com aumento da idade e peso excessivo. Fatores anatômicos que podem influenciar: Tratamento: Variável. Cura nos casos leves (RONCO) Para recuperação: DICA- Buscar escovar a língua, durante a higiene oral, mantendo-a dentro da boca. A Fonoaudiologia propõe terapia »

Leia Mais
child

Se a criança está se mostrando “preguiçosa” para falar, utilizando-se de uma ou duas palavras que, para ela, representa um vasto vocabulário, mas que para os pais é naturalmente aceito = Existe um problema. Fique atento, jamais repita a fala errada de uma criança ou ria do que ela possa ter dito. Ex.: O talu taiu. Correção: O carro caiu. Os pais/familiares tendem a tentar “adivinhar”, o desejo da criança e achar “graça” de suas »

Leia Mais
cigarro

Músculos alongados e relaxados ajudam a descontrair, o que é realizado com massagens e movimentos específicos, na musculatura facial. Não é mágica, há, sim, a atitude de pacientes que aprendem a fazer em seus rostos os movimentos: sejam as massagens ou os novos hábitos de Motricidade. Habitualmente, as pessoas não notam que estão mastigando de um único lado da boca, falando “torto”, fumando demais ou se expressando com exagero, o que »

Leia Mais
notas_baixa

60% dos respiradores orais já tiveram problemas de disciplina, como agressividade ou falta de atenção. 55% das crianças que respiram pela boca são encaminhadas para o reforço escolar. Apenas 20% das crianças que não tem a obstrução nasal, precisam de aulas extras. Os pais nem desconfiam, mas o mau desempenho do filho na escola, “pode” estar relacionado com dificuldade para respirar. Enquanto dorme, a criança recupera as energias »

Leia Mais